"Não renunciarei", diz Temer

Anúncio foi realizado a pouco em rede nacional. Confira o vídeo na íntegra


Geral - 18/05/2017
Michel Temer durante seu discurso
Michel Temer durante seu discurso - Créditos: Foto Reprodução/NBR

    Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (18), o Presidente Michel Temer disse que não renunciará.
    Em seu breve discurso, defendeu sua luta árdua na recuperação econômica do país e disse que é inocente das acusações de compra de silêncio de Eduardo Cunha.
   "No Supremo, mostrarei que não tenho nenhum envolvimento com esses fatos. Não renunciarei. Repito: Não renunciarei. Sei o que fiz e sei a correção dos meus atos. Exijo investigação plena e muito rápida para os esclarecimentos ao povo brasileiro. Essa situação de dubiedade e de dúvida não pode persistir por muito tempo", disse ele.
    No pronunciamento, Temer disse que seu governo "viveu nessa semana seu melhor e seu pior momento". "Indicadores de queda da inflação e números de retorno crescimento econômico e geração de empregos criaram esperança de dias melhrores”, disse ao iniciar o discurso.
    Temer disse ter solicitado ao STF todas as gravações da delação premiada dos donos da JBS, que serviram de base para a denúncia. “Desde logo ressalto que só falo agora porque os fatos se deram ontem, e porque tentei conhecer primeiramente o conteúdo de gravações que me citam. Solicitei oficialmente ao STF acesso a esses documentos, mas até o presente momento não recebi”.

 

[Fonte:   Provedor Redesul]
Clique aqui para comentar
Para comentar, você deve estar conectado à uma dessas contas:



Comentários
Os comentários não representam a opinião do Grupo Redesul. A responsabilidade é do autor da mensagem.