Cristiano Ronaldo é eleito melhor jogador do mundo pela 4ª vez

O português já vencido o prêmio em 2008, 2013 e 2014


Esporte - 09/01/2017
Cristiano Ronaldo exibe o troféu de melhor do mundo da Fifa
Cristiano Ronaldo exibe o troféu de melhor do mundo da Fifa - Créditos: Getty Images
    Deu a lógica na cerimônia de gala da Fifa: Cristiano Ronaldo é pela quarta vez na carreira o melhor jogador do mundo. O astro português confirmou a expectativa e levantou o troféu pela quarta vez - as outras foram em 2008, 2013 e 2014 -, superando Lionel Messi, do Barcelona, e Antoine Griezmann, do Atlético de Madri, que foi finalista pela primeira vez.
     "Ano passado foi um sonho. Uma temporada incrível. Estou muito orgulhoso dos meus companheiros e técnicos", disse Cristiano Ronaldo.
     Agora, o português entra para um grupo em que só ele e Messi, dono de cinco prêmios, fazem parte. Ronaldo Fenômeno e Zinedine Zidane, com três troféus cada um, ficaram para trás.
     Pesaram para a escolha do camisa 7 as conquistas da Uefa Champions League, com o Real Madrid, e da Eurocopa, com a seleção portuguesa, nas quais ele capitaneou ambos os times. Em relação a feitos individuais, Ronaldo foi vice-artilheiro do Espanhol 2015/2016, com 35 gols, e artilheiro da Champions da última temporada, com 16.
     Esta foi a quarta vez que ele foi eleito o melhor jogador pela premiação. O português já vencido o prêmio em 2008, 2013 e 2014 (nestas duas últimas, o prêmio da France Football foi concedido em conjunto com a Fifa, com o caráter de melhor do mundo). Este foi a primeira edição do Best, que surgiu após o fim da parceria da Fifa com a revista francesa.
     Quem votou? O capitão e o técnico de cada seleção, um jornalista de cada país inscrito na Fifa, e torcedores registrados no Fifa.com, cada grupo com 25% de participação no total.    

Feitos de Cristiano Ronaldo em 2016

Capitão de Portugal na conquista do inédito título da Eurocopa-2016 e artilheiro do Real Madrid na campanha do título da Champions League, anotando o gol de pênalti que garantiu a taça.

61 gols e 20 assistências em 60 jogos, somando clube e seleção, no período da votação. Foram 48 gols em 47 partidas pelo Real Madrid e 13 gols em 13 confrontos por Portugal.

Os 13 gols por Portugal em 2016 são um recorde no calendário anual.

Os 35 anotados em LaLiga no período de votação o colocam apenas atrás de Luis Suárez (Barcelona, 39), contando as cinco maiores ligas europeias.

Com os três gols marcados na Euro-2016, ele está agora empatado com Michel Platini como o maior artilheiro da história do torneio, com 9

[Fonte:   ESPN]
Clique aqui para comentar
Para comentar, você deve estar conectado à uma dessas contas:



Comentários
Os comentários não representam a opinião do Grupo Redesul. A responsabilidade é do autor da mensagem.