Seguradora do Japão substitui funcionários por inteligência artificial

Sistema deverá aumentar a produtividade em até 30%


Tecnologia - 05/01/2017
Créditos: iStock
     A seguradora japonesa Fukoku Mutual Life irá trocar 34 funcionários de seus escritórios por um sistema de inteligência artificial.
     Ele será usado para calcular os pagamentos devidos aos segurados da companhia. Segundo reportagem publicada pelo jornal britânico "The Guardian", a empresa espera aumento de 30% em sua produtividade com a mudança.
    A Fukoku Mutual Life afirmou que o investimento trará retorno financeiro em menos de dois anos de implantação.
    A companhia diz que vai investir 1,4 milhão de libras (aproximadamente R$ 5,5 milhões) e espera economizar 1 milhão de libras (R$ 3,95 milhões) por ano após a substituição dos humanos pelos algoritmos.
    O sistema foi desenvolvido a partir da plataforma Watson, da IBM. Segundo a companhia de tecnologia, seu sistema realiza pensamentos análogos aos humanos. Consegue analisar variados tipos de informações não-estruturadas, como textos, vídeos e imagens.
    Na companhia japonesa, ela será usada para ler informações médicas, como tempo de internação, procedimentos realizados e histórico de pacientes para determinar o valor dos pagamentos que a seguradora deve fazer.
    A adoção da nova tecnologia fará com que os funcionários que realizam as mesmas atividades que as máquinas se tornem redundantes a partir de março.
    Porém os valores apontados pela inteligência artificial ainda terão de ser aprovados por profissionais da seguradora.
    A reportagem aponta que, segundo relatório do Instituto de Pesquisas Nomura, metade dos trabalhos feitos no Japão podem ser realizados por robôs até 2035.

[Fonte:   Valor Economico On-Line]
Clique aqui para comentar
Para comentar, você deve estar conectado à uma dessas contas:



Comentários
Os comentários não representam a opinião do Grupo Redesul. A responsabilidade é do autor da mensagem.